O passeio no Trem da Mantiqueira, em Passa Quatro

Migramos para um novo domínio, veja o post AQUI: 

https://oqueijovainamala.com.br/o-passeio-no-trem-da-mantiqueira-em-passa-quatro/

www.oqueijovainamala.com.br

*************

 

 

O Trem da Serra da Mantiqueira é um trem turístico operado pela regional Sul de Minas da Associação Brasileira de Proteção Ferroviária (ABPF) na cidade de Passa Quatro – MG. Parte da estação central de Passa Quatro em direção a estação Coronel Fulgêncio, localizada no alto da Serra da Mantiqueira, próxima ao Grande Túnel, na divisa de estados entre São Paulo e Minas Gerais, conhecido como Túnel da Mantiqueira. (Leia mais sobre ele AQUI).

DSC_0010
O saguão da Estação de Passa Quatro: nós compramos os bilhetes pela internet, mas é preciso trocá-los antes do passeio na bilheteria

DSC_0016

WhatsApp Image 2018-07-15 at 13.20.59.jpeg
Um banner conta sobre a Revolução de 1932: outros falam da locomotiva na qual é feito o passeio

O trem é dividido em dois vagões e um artista local vai tocando e cantando músicas caipiras durante o trajeto. Na ida ele vai num dos vagões, na volta no outro. Segundo a funcionária que ficou em nosso vagão, a ideia é que um trecho do passeio possa ser feito com música e o outro em silêncio, como modo de agradar a todos.

Para cada vagão, uma agente de bordo. A que estava em nosso vagão se apresentou, deu as boas vindas e instruções. Em nosso vagão tinha um grupo de idosos em excursão e como a maioria dos grupos neste contexto, estavam animados, conversando muito e até cantando, mas estavam super de boas. A agente estava visivelmente sem paciência e todo o atendimento nos pareceu bastante mecanizado e frio, parecia que ela fazia um esforço imenso em estar ali.

DSC_0019DSC_0031

O trajeto total é de apenas 10 km. Antes de chegarmos à estação final, o trem faz uma parada de 15 minutos na Estação Manacá. Barracas com comidas e artesanatos ficam a disposição dos turistas, que podem fazer compras e/ou descer para os trilhos para fotografar. A estação conta também com banheiros.

DSC_0042
Estação Manacá: o trem faz uma parada de 15 minutos aqui, apenas no trajeto de ida
DSC_0043
Produtos locais à venda

 

Enquanto a maioria dos passageiros foram ver as barraquinhas e fazer compras, nós descemos e fomos fazer fotos pelos trilhos do trem.

DSC_0051DSC_0053

 

Por fim o trem parte rumo à Estação Coronel Fulgêncio. Dentro da estação há uma exposição fotográfica permanente onde os passageiros podem ver mais sobre minisséries filmadas no local (Mad Maria e JK, ambas da Rede Globo); fotos de máquinas e carros recuperados pela ABPF; e fotos da Revolução Constitucionalista de 1932. Os que querem conhecer o Túnel podem percorrer a pé um trecho curto pelos trilhos acompanhados por uma das agentes de bordo. Depois todos voltam ao trem e o mesmo retorna para a estação de Passa Quatro.

DSC_0095.JPG
Ao fundo, a estação Coronel Fulgêncio, a locomotiva e parte do grupo, que caminha em direção ao lado mineiro do Túnel da Mantiqueira

 

 

 

 

E o que nós achamos do passeio?

O passeio todo dura em média 02 hs, é bem curto. A gente desce do trem, para na Estação Manacá, faz compras, sobe no trem, desce do trem na Estação Coronel Fulgêncio, caminha até o túnel e volta. Inclusive na volta o trem não faz a mesma parada da estação Manacá  – da janela a gente já vê todas as barracas fechadas. 

Nós resolvemos fazer o passeio do trem porque acreditávamos que esta era a única forma de acessar o túnel. Lá chegando descobrimos quase que por acidente a trilha para o lado paulista do túnel (veja AQUI sobre) e depois quando já estávamos no destino final do túnel do lado mineiro, neste passeio,  vimos um casal com roupas de trilha meio que surgindo do meio do mato – ou seja – ambos os lados são acessíveis por trilha. O problema é que, como quase tudo em Passa Quatro, a sinalização é precária, então a gente só acha as coisas perguntando ou na sorte mesmo.

DSC_0116.JPG
A locomotiva já pronta para o trajeto de volta: observem a estradinha de terra à direita – por ali chegou o casal que veio por trilha. Nesta hora pensamos: “puxa vida, que vacilo, deveríamos ter pesquisado mais e feito o mesmo”

Achamos também o atendimento da agente de bordo (ao menos a que acompanhou nosso vagão) bem pouco acolhedor. Para trabalhar com público, especialmente com turistas idosos e famílias é preciso ter muito jogo de cintura e paciência e este não era o caso.

Por fim, estávamos numa grande expectativa de ouvir mais da história do Túnel e da Revolução Constitucionalista de 32, afinal, estávamos num passeio para conhecer um local emblemático neste cenário histórico. Acreditávamos que durante o trajeto a agente falaria algo sobre o evento, mas isto não aconteceu. Ela simplesmente dá orientações sobre a logística do passeio, reforça questões de segurança e é isso.

Outra coisa que poderia ser explorada é a história da própria locomotiva, movida a vapor, uma “Maria Fumaça” que tem toda uma trajetória de operação, que é uma das três ainda em operação no país, que foi escolhida pela ABPF justamente por seu bom desempenho em trecho de serra, que fez filmagens para séries, que é a única locomotiva a já ter cruzado o túnel da Mantiqueira… Imagina explorar isso, ainda mais considerando a relação especial de Minas Gerais com uma ferrovia! Mas informações histórica apenas nos banners na Estação, nada é explicado durante o passeio.

Para nós o passeio de Trem não compensou: tempo curto, valor alto (R$ 66,00 por pessoa) e achamos tudo realmente muito comercial, frio, distante e com pouco trabalho histórico envolvido. Mas sim, é um passeio que pode agradar crianças, famílias e idosos (o grupo de excursão que estava em nosso vagão era fofíssimo). Então é avaliar as prioridades de cada um. Nós estávamos interessados em ver o Túnel e preferiríamos mil vezes ir pela trilha se soubéssemos previamente que havia esta possibilidade.

Assim que a gente entra no trem um fotógrafo coloca quepes na gente e nos fotografa. Na chegada do passeio as fotos ficam expostas e são vendidas a R$ 20,00. É bobo, mas é bonitinho. Como diz o ditado quem tá na chuva é pra se molhar né, então comprei.

WhatsApp Image 2018-07-15 at 13.21.03.jpeg
Comprei mesmo: R$ 20,00
DSC_0084
Esta foi a melhor parte do passeio: da janela do trem conseguimos ver as montanhas e algumas fazendas. Os cenários são muito bonitos

DSC_0088DSC_0092

DSC_0099.JPG

Diante do lado mineiro do Túnel da Mantiqueira

 

Passeio no Trem da Mantiqueira

Para comprar bilhetes: Trem da Serra da Mantiqueira

(É possível comprar na bilheteria, mas os lugares costumam esgotar rápido, então vale comprar online com antecedência). Valor: R$ 66,00 por pessoa. Reservas podem ser feitas também pelo telefone (35) 3371–2167.

As saídas ocorrem nos finais de semana e feriados, nos horários abaixo:

Sábados:

  • partida às 10:00hs, chegando de volta às 12:00hs
  • partida às 14:30hs, chegando de volta às 16:30hs (horário da tarde sujeito a confirmação)

Domingos:

  • partida às 10:00hs, chegando de volta às 12:00hs

A programação de feriados é sujeita a confirmação; contactar através do email: tremdaserrap4@abpf.com.br ou pelo tel.: (35) 3371–2167 (horário comercial e finais de semana)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑